Como as marcas de moda podem ajudar o desenvolvimento sustentável

Segundo o Relatório do CIEE Fortaleza, desenvolvimento sustentável significa “satisfazer as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender suas próprias necessidades”. Em outras palavras, o desenvolvimento sustentável é o equilíbrio entre as demanda de curto e longo prazo e oferta de recursos.

Embora o termo sustentável geralmente se refira à consciência ambiental dentro do setor corporativo, o conceito de sustentabilidade se baseia em uma linha de base tripla, e não única, consistindo em três pilares – social, ambiental e econômico.

Na prática, aqui está o aspecto da linha de base tripla:

  • Social: marcas de moda sustentáveis ​​se juntam à causa para defender os direitos dos trabalhadores.
  • Ambiental: Somente tecidos ecologicamente corretos, como roupas de algodão orgânico ou material reciclado , são usados ​​para fazer itens de moda, além de esforços para minimizar o desperdício em toda a cadeia de fornecimento.
  • Econômico: Além de ter um preço justo, o vestuário atende às demandas do mercado por qualidade e quantidade e é comercializado de forma justa.

Como uma marca de moda, você pode promover a sustentabilidade de várias maneiras. As oportunidades de encontrar soluções sustentáveis podem ser encontradas em toda a cadeia de fornecimento, desde o fornecimento dos materiais até a entrega às mãos dos consumidores.

Aqui estão três abordagens que você pode adotar para se tornar uma marca de moda sustentável:

1. Design com sustentabilidade em mente.

O acessório de moda certo faz mais do que cumprir sua função principal. Um vestido, por exemplo, faz mais do que apenas cobrir você. É uma declaração, refletindo seu estilo estético, suas crenças pessoais e sua posição moral e social.

Em um mundo onde mais de 15 milhões de toneladas de resíduos têxteis são gerados anualmente apenas nos EUA, você deseja que a mensagem enviada por sua moda seja ambientalmente consciente. Marcas como a PuraKai Clothing, Awake Watches e Bureo estão fazendo um nome para si mesmas, salvando o ambiente para as gerações futuras sem comprometer a qualidade de seus produtos.

Mas não se trata apenas de conservar o meio ambiente.

À medida que a sustentabilidade continua a ganhar popularidade e a exploração de seus conceitos se aprofunda, os designers inovadores planejam novas abordagens. Os novos métodos vão além da produção, distribuição e reciclagem. Eles estão revolucionando a forma como usamos roupas, ampliando a vida útil de cada item de moda.

A mudança dos padrões de consumo começa com a alteração do processo de design. Aranyani, uma marca de moda consciente reconhecida pela ONU por seus esforços, usa a arte para evocar emoções com suas peças de moda. Sua coleção recente – Finding Your Roots – por exemplo, leva você para a memória, evocando nostalgia.

Para melhorar seu processo de design, a equipe da Aranyani aprendeu sobre os padrões de projeto estabelecidos na Itália em um treinamento intensivo de 16 semanas. Os artistas ficaram ainda mais treinados com Shan Re, uma das artistas mais conhecidas de Bangalore, que apresentou seu trabalho em Bangalore e Nova York. Ela ministrou um treinamento de seis meses para artistas Aranyani para ajudá-los a aperfeiçoar suas habilidades.

2. Promover boas condições de trabalho.

Marcas de moda sustentáveis ​​são campeãs das condições de trabalho dos funcionários. Você pode se juntar ao movimento defendendo os direitos dos trabalhadores e trabalhando apenas com fornecedores éticos. Este é o aspecto social do seu processo de produção. Você pode exigir que seus fornecedores cumpram as leis e regulamentos nacionais, com especial atenção para:

  • Escolha do emprego
  • Idade mínima de emprego
  • Discriminação zero
  • Tratamento severo zero
  • Boas condições de emprego, incluindo taxas de remuneração, horas de trabalho, segurança e saúde
  • Liberdade de associação

Você também pode estabelecer um ambiente de trabalho saudável e positivo para seus funcionários. Por exemplo, Haresh Mirpuri, CEO da Aranyani, acredita que atividades esportivas e extracurriculares promovem um sentimento de família.

ciee fortaleza

3. Participar de iniciativas de conscientização.

A psicologia do consumidor desempenha um papel significativo na promoção do desenvolvimento sustentável. Se as marcas de moda entenderem os problemas de consumo que são os culpados pelos desafios de sustentabilidade que o setor enfrenta, eles podem abordá-los, educando o consumidor.

Como as preferências dos consumidores continuam favorecendo marcas com impacto positivo tanto para as pessoas quanto para o planeta, mais marcas de moda estão fomentando o desenvolvimento e as conexões da comunidade. Mas o ativismo social não precisa se limitar à sustentabilidade. Diferentes marcas estão participando da conscientização sobre diferentes questões em várias comunidades do mundo atualmente.

Em 2017, a Positive Luxury colaborou com a Grassroot Soccer (GRS), uma organização sem fins lucrativos que incentiva jovens a levar vidas mais saudáveis ​​e produtivas, e a People of All Nations (POAN), uma marca masculina de luxo em um hoodie de edição limitada para ensinar jovens pessoas sobre a prevenção do HIV.

Conclusão.

Moda sustentável não é apenas uma tendência. É uma abordagem holística da moda que envolve toda a cadeia de suprimentos. Ela pede que tanto as marcas de moda quanto os consumidores ajudem a maximizar os benefícios para as pessoas e comunidades envolvidas no processo de produção, minimizando o impacto no meio ambiente.

As marcas podem liderar o caminho para um futuro melhor social, ambiental e economicamente, projetando de forma sustentável, cuidando de sua força de trabalho e aumentando a conscientização entre os consumidores de moda.

Como as marcas de moda podem ajudar o desenvolvimento sustentável
Avalie este artigo!